Análise ergonômica do trabalho e o reconhecimento científico do conhecimento gerado

Desde a sua criação, a Ergonomia busca a consolidação do conhecimento gerado enquanto disciplina científica. Este artigo da revista “Produção”, de Carlos Antonio Pizo e Nilton Luiz Menegon, traz uma contribuição legítima nesse processo. Os autores desenvolvem uma revisão sobre as características da pesquisa-ação, a análise teórica da sua relação com a análise ergonômica do trabalho, para então estabelecer diretrizes para o reconhecimento científico gerado desse processo.

Leia o artigo completo aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s