Dossiê “Organização do Trabalho e Ergonomia”, da revista Produção: réplica de F. Lima

Em contraposição à sugestão de Mário Salerno, de somar as abordagens da análise ergonômica do trabalho (AET) e do projeto organizacional, Francisco Lima apoia-se na tese de que estas disciplinas são concorrentes e disputam um mesmo campo da realidade: o da organização do trabalho como um todo. Segundo ele, a AET assume uma perspectiva própria no interior da produção (o ponto de vista da atividade – PVA), que consiste em “priorizar a interatividade dos trabalhadores, situados em qualquer posição da estrutura organizacional, na realização cotidiana de suas tarefas e funções”, possibilitando o desenvolvimento de uma organização real mais adequada às necessidades da produção. Portanto, não faz sentido pensar numa ação ergonômica que não contemple a organização do trabalho!

Confira a réplica completa de Francisco Lima em: http://www.scielo.br/pdf/prod/v9nspe/v9nspea05.pdf

E, no próximo post, veja a tréplica de Mário Salerno!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s